Um estouro

De origem francesa, bomba de chocolate tem sido um dos doces mais pedidos pelas padarias do Brasil

A parte de confeitaria da gastronomia mundial é riquíssima em receitas de milhares de tipos de doces que podem ser feitos a partir de diversos ingredientes. Entre essa lista extensa de sobremesas, nacionais ou internacionais, há um doce que se destaca em todo mundo: a bomba de chocolate – ou também conhecido em boa parte do globo como éclair.
De origem francesa, essa sobremesa há mais de um século conquista o paladar de milhões e milhões de pessoas que apreciam um doce de qualidade e bastante saboroso como são as características da bomba.
Mesmo sendo originado lá fora, o Brasil já conhece bem o éclair e a sua produção aqui é comum, junto a criações doces originalmente brasileiras, como o brigadeiro e o pé de moleque.
Não é incomum encontrar esse quitute em padarias, confeitarias, cafeterias e restaurantes.
Como sobremesa, após uma refeição salgada, ou até mesmo como parte de um lanche da manhã ou da tarde, a bomba já tem seu lugar de destaque na mesa do consumidor brasileiro.
Sabendo de seu sucesso, diversos estabelecimentos não perdem a oportunidade de fazê-la para agradar os seus clientes. E quanto à cobertura e o recheio das bombas? É o que a criatividade mandar dos confeiteiros.

Produto

Um estouro
A gerente industrial do Verdemar, Paula Dias, relata que o produto está consolidado e é muito procurado nas padarias do supermercado, independentemente da época

“Utilizamos a receita clássica de pâte à choux (massa de bomba). A cobertura e recheio são um blend de ganache de chocolate belga meio amargo e ao leite com creme de leite fresco. A exposição é feita na vitrine da confeitaria”, apresenta Rafael Feitosa, coordenador de Qualidade e Desenvolvimento do Empório Santa Maria.
Lá, o item é produzido diariamente, mantendo o máximo frescor. “Perfeito para uma sobremesa ou até mesmo para um café/chá da tarde”, sugere o coordenador.
No Empório, o público que solicita suas bombas é variado. Rafael afirma que é grande a procura por apreciadores da confeitaria clássica.
No estabelecimento, o éclair é feito sob uma receita clássica, sem aditivos químicos e conservantes. “Dessa forma, ganhamos maior credibilidade com os clientes”.
Na padaria do Empório Santa Maria, Rafael salienta que o cliente sempre encontrará padeiros que amam e que se orgulham do que fazem: pães com ingredientes da mais alta qualidade e produção feita no local da compra.
“Usamos em nossos pães fermento natural e farinha orgânica, porque acreditamos que a ecologia proporciona maior qualidade no cozimento e resultados mais saborosos para nossos clientes. Nossa confeitaria é clássica com uma curadoria apurada de produtos, sempre de extrema qualidade com matéria-prima de primeira – importada e nacional”.
O estabelecimento está localizado na cidade de São Paulo.

Diversificação

Um estouro
“Uma sobremesa refinada e saborosa, como é caso do éclair, apenas reforça o projeto de diversificar o mix da padaria para encantar o cliente com a variedade de opções”, diz Paula Dias, gerente industrial do Verdemar

A bomba de chocolate, também conhecida e comercializada no supermercado e padaria Verdemar como éclair, é um dos doces franceses mais saborosos, como conta Paula Dias, gerente industrial do Verdemar.
“A receita é realizada com massa de farinha de trigo, recheios cremosos e cobertura de chocolate. Por aqui, apostamos na diversificação para ampliar o interesse dos clientes, que encontra versões nos sabores de Nutella®, Prestígio, limão, amendoim, maracujá, doce de leite e muito mais”.
A gerente reitera que o produto está consolidado e é muito procurado nas padarias do supermercado, independentemente da época.
“Por ser uma sobremesa extremamente versátil, a bomba de chocolate pode ser servida no café da manhã, da tarde, ou em situações que exigem requinte, como, por exemplo, um coquetel”, acrescenta.
O éclair, por ser tão saboroso, agrada um público diversificado, porque a sobremesa faz sucesso entre crianças, adultos e idosos.
O Verdemar, de acordo com Paula, preza pela oferta de produtos gastronômicos de alta qualidade ao consumidor e dispõe de um mix variado de itens.
“Uma sobremesa refinada e saborosa, como é caso do éclair, apenas reforça o projeto de diversificar o mix da padaria para encantar o cliente com a variedade de opções”.
O Verdemar tem unidades localizadas nas cidades de Belo Horizonte e Nova Lima (MG).

História

Um estouro
Rafael Feitosa, coordenador de Qualidade e Desenvolvimento do Empório Santa Maria, afirma que é grande a procura por apreciadores da confeitaria clássica

A bomba de chocolate tem origem em Lyon, na França, país considerado berço da gastronomia mundial, e sua confeitaria é uma das mais famosas do mundo. Por terras francesas, é um dos doces mais famosos e consumidos por seus nativos – e por que não pelos milhões de turistas que passeiam por lá todo ano?
Desde o século XIX, o doce tem feito sucesso ao redor do mundo. Segundo alguns historiadores, os primeiros foram feitos pelo famoso chef francês Antonin Carême (1784-1833), considerado o “rei dos cozinheiros e o cozinheiro dos reis”, tornando-se um ícone gastronômico à época – e reverenciado nos dias de hoje também.
Por que o quitute é denominado de éclair e bomba? Tradicionalmente de formato longo e bem recheado, o nome éclair, em francês, quer dizer relâmpago. No Brasil é chamado de bomba porque, à primeira mordida, a sobremesa estoura na boca justamente por seu recheio cremoso em seu interior.
A cobertura por cima, que pode ser de chocolate ou de outro ingrediente, fica endurecida, proporcionando maior rigidez ao degustá-lo, sem que fique escorrendo. O preparo da massa leva apenas em sua composição água, manteiga, açúcar, sal, farinha de trigo e ovos.
A massa combina com vários tipos de cobertura e recheio. A cobertura pode ser de chocolate ao leite, meio amargo e amargo, de chocolate branco, de leite condensado, caramelo, doce de leite, entre outros. O ideal é que ela fique mais densa e seca por cima do doce.
Na parte do recheio, diversos tipos combinam muito bem com a massa. O próprio chocolate e suas variações, brigadeiro, leite condensado, doce de leite, Nutella®, creme de coco, cremes das mais diversas frutas como limão, morango e maracujá, churros com aquele sabor característico de açúcar, canela e doce de leite.
A arte da confeitaria francesa, respeitada mundialmente, fez do éclair um doce muito comum pela França. Originou-se, portanto, o dito francês “Et un bon éclair se dévore toujours en un éclair!” (“E uma boa bomba se devora sempre em um
relâmpago!” – em português).

EMPÓRIO SANTA MARIA
https://ift.tt/1RWbaNo
VERDEMAR
https://ift.tt/33XCexq

O post Um estouro apareceu primeiro em Revista Food Service News.

publicado originalmente emRevista Food Service News https://ift.tt/3eYVrSU

Publicado por Gabriel Costa Souza

Olá! Meu nome é Gabriel Costa Souza e sou de Sete Lagoas, Minas Gerais. Com mais de 30 anos de experiência profissional no mercado de alimentação fora do lar, atualmente trabalho como gerente de um restaurante à la carte. Sendo um fiel adepto à internet, estou sempre atento às novidades da tecnologia, principalmente se relacionadas ao cenário de food service. Dessa forma, meu objetivo tem sido, não apenas estudar soluções que possam auxiliar as minhas rotinas diárias de gestão, como também implementá-las no ambiente de trabalho. Hoje, o meu foco é oferecer um atendimento diferenciado aos clientes, com mais rapidez e qualidade, além de capacitar a equipe de profissionais que trabalha comigo, mantendo a lucratividade do restaurante sempre em crescimento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: